← voltar para plataforma impacto

Tecnologia Educacional Cogmed para Estímulo da Memória de Trabalho na Alemanha

Publicado em 19/10/2022 Atualizado em 30/03/2024
Compartilhe:

Qual o objetivo?

Estimular a capacidade de crianças no início do processo de escolarização de armazenar e processar informações.

Onde e quando?

A tecnologia educacional Cogmed foi implementada em escolas em Mainz, na Alemanha, durante o ano letivo alemão de 2013-2014, no contexto de um estudo experimentalOs estudos experimentais utilizam mecanismos aleatórios (isto é, sorteios) para definir quem será e quem não será contemplado por um determinado programa ou política pública, garantindo que as diferenças futuras entre estes grupos possam ser atribuídas com maior credibilidade à intervenção em si - e não a diferenças entre quem é e quem não é "tratado". envolvendo 31 salas de aula.

Como é o desenho?

Na implementação, a tecnologia educacional teve como foco alunos do 1º ano e integrou à rotina diária dos alunos o uso do software de aprendizagem Cogmed por 5 semanas, em 25 sessões de 30 minutos.

O objetivo principal do software é apresentar aos alunos tarefas capazes de estimular a memória de trabalho, isto é, a capacidade de armazenar e processar mentalmente informações. As tarefas apresentadas envolvem memorizar sequências de informações (números e locais), em um ambiente lúdico de jogo, adaptado à idade da criança. Além disso, o software é adaptativo, isto é, o nível de dificuldade das tarefas do jogo se adapta ao nível revelado pelo usuário durante a interação.

Para garantir o bom funcionamento da implementação, as escolas do estudo receberam gratuitamente um notebook para cada criança, além de estações para armazenamento, carregamento e transporte dos notebooks, mouses externos e fones de ouvido.

O que aprendemos com o monitoramento e avaliação?

Foram documentadas, no artigo para discussão listado na seção abaixo, as seguintes evidências a respeito do monitoramento e do impacto causal da tecnologia educacional Cogmed:

  • a enorme maioria (98%) dos alunos completaram mais de 20 sessões de interação com o software, do total de 25 sessões [1];
  • não há evidências fortes de efeitos positivos no curtíssimo prazo: de 4 a 5 semanas após o fim do período de implementação das sessões, não foram encontrados efeitos estatisticamente significantesChamam-se de estatisticamente significantes as estimativas de impacto que são distinguíveis do valor zero, após incorporada à análise as incertezas associadas à generalização para outras amostras de indivíduos. na maioria dos indicadores de quociente de inteligência (QI), de memória de trabalho e em notas em provas padronizadas de Matemática e Língua Inglesa [1];
  • aumento de 24% de um desvio-padrãoO desvio-padrão mede a dispersão de valores de uma variável - valores mais altos indicam maior ocorrência de valores longe da média e valores mais baixos refletem maior concentração de valores próximos à média. Para a distribuição normal, ou para distribuições razoavelmente similares a uma normal, um aumento de 10% de um desvio-padrão equivale a um efeito de 4 percentis a partir do percentil 50 - isto é, a passar da posição 50 para a posição 54, em uma fila de 100. em notas em um exame padronizado do quociente de inteligência (QI), 1 ano após o fim do período de implementação [1];
  • aumento de 43% de um desvio-padrão em um indicador de memória de trabalho visuoespacial – baseado na capacidade de reconhecer desvios em grupos de símbolos na tela do computador – , 1 ano após o fim do período de implementação [1];
  • aumento de 30% de um desvio-padrão em um indicador de memória de trabalho verbal simples – baseada na memorização correta de sequências de números – também 1 ano após o período de implementação [1];
  • não foram encontradas evidências de efeitos estatisticamente significantes em um indicador de memória de trabalho verbal complexa – baseada na memorização correta de sequências de objetos, intercalada com perguntas sobre a sua natureza (por exemplo, se era um animal) -, ainda 1 ano após o fim do período de implementação [1];
  • aumento de 38% de um desvio-padrão em notas em um exame padronizado de Matemática (geometria), embora não tenha sido encontrada evidência de efeitos estatisticamente significantes em notas em um exame padronizado de Matemática (artimética), no mesmo horizonte temporal dos resultados descritos acima [1];
  • aumento de 23% de um desvio-padrão em notas em um exame padronizado de Língua Alemã (leitura), ainda 1 ano após o fim do período de implementação, no mesmo horizonte temporal dos resultados descritos acima [1];
  • aumento de 33% de um desvio-padrão em um indicador de controle inibitório de impulsos, no mesmo horizonte temporal dos resultados descritos acima [1];
  • aumento de 20% a 32% (ou de 14 a 22 pontos percentuaisO efeito de um programa em termos percentuais (%) é diferente do efeito do programa em pontos percentuais. Por exemplo, se uma variável binária tem média de 10%, um efeito de 5 pontos percentuais representa aumento de 50%.) na taxa de alunos que escolheram o itinerário formativo acadêmico, de 3 a 4 anos depois do fim do período de implementação, em etapa de decisão que os alunos da Alemanha passam aos 10 ou 11 anos de idade [1].

Quais as fontes bibliográficas dessa informação?

  1. Berger, E. M., Fehr, E., Hermes, H., Schunk, D., & Winkel, K. (2020). The Impact of Working Memory Training on Children’s Cognitive and Noncognitive Skills. IZA Working Paper.

Vídeos

Estamos trabalhando para que as páginas contemplem toda a evidência documentada sobre o tema e estejam sempre atualizadas. Se você quiser sugerir algum artigo, entre em contato.