← voltar para plataforma impacto

Programa Eduq+ de Mensagens de Alta Frequência para Pais em São Paulo

Publicado em 11/06/2022 Atualizado em 07/05/2024
Compartilhe:

Qual o objetivo?

Tornar mais saliente para os pais a importância da vida escolar para o sucesso de seus filhos no futuro.

Onde e quando?

O programa foi implementado no ano de 2016 em São Paulo, no Brasil, no contexto de um estudo experimentalOs estudos experimentais utilizam mecanismos aleatórios (isto é, sorteios) para definir quem será e quem não será contemplado por um determinado programa ou política pública, garantindo que as diferenças futuras entre estes grupos possam ser atribuídas com maior credibilidade à intervenção em si - e não a diferenças entre quem é e quem não é "tratado". de impacto envolvendo 19.300 alunos em 287 escolas públicas.

Como é o desenho?

O programa teve como focoO programa ainda está em operação. As frases nesse e nos próximos parágrafos estão no passado porque os resultados se referem a como o programa era, no momento e contexto específicos da avaliação de impacto. alunos do 9° ano e duração de 4 meses e meio, no segundo semestre escolar. Semanalmente, foram enviadas mensagens de texto SMS aos pais ou cuidadores dos alunos, enfatizando a importância das seguintes dimensões de engajamento com a vida escolar:

  1. presença em sala;
  2. pontualidade;
  3. lições de casa, trabalhos em sala, projetos e provas.

O que aprendemos com o monitoramento e avaliação?

Foram documentadas, no artigo para discussão listado na seção abaixo, as seguintes evidências a respeito do impacto causal do programa:

  • não foi encontrado efeito estatisticamente significanteChamam-se de estatisticamente significantes as estimativas de impacto que são distinguíveis do valor zero, após incorporada à análise as incertezas associadas à generalização para outras amostras de indivíduos. em um indicador de atividades acadêmicas realizadas entre pais e filhos durante o período de implementação, construído a partir de informação autorreportada pelos alunos sobre a frequência com que seus pais ajudaram com a lição de casa ou com a organização do material escolar, participaram em reuniões de pais e mestres e interagiram com professores [1];
  • aumento de 9,6% de um desvio-padrãoO desvio-padrão mede a dispersão de valores de uma variável - valores mais altos indicam maior ocorrência de valores longe da média e valores mais baixos refletem maior concentração de valores próximos à média. Para a distribuição normal, ou para distribuições razoavelmente similares a uma normal, um aumento de 10% de um desvio-padrão equivale a um efeito de 4 percentis a partir do percentil 50 - isto é, a passar da posição 50 para a posição 54, em uma fila de 100. em um indicador de atividades dos pais para motivarem seus filhos durante o período de implementação, construído a partir de informação autorreportada pelos alunos sobre a frequência com que seus pais os incentivaram a não faltarem na escola, a não chegarem atrasados, a estudarem e a lerem [1];
  • aumento de 12% de um desvio-padrão em um indicador de diálogo entre pais e filhos sobre temas escolares durante o período de implementação, construído a partir de informação autorreportada pelos alunos sobre a frequência com que seus pais tinham perguntado sobre lição de casa, notas e sobre o dia a dia na escola [1];
  • aumento de 9,5% de um desvio-padrão em um indicador de expectativas educacionais dos pais de que seus filhos progredissem nos estudos até a universidade [1];
  • aumento de 2,4% (ou 2,1 pontos percentuaisO efeito de um programa em termos percentuais (%) é diferente do efeito do programa em pontos percentuais. Por exemplo, se uma variável binária tem média de 10%, um efeito de 5 pontos percentuais representa aumento de 50%.) na frequência escolar nas aulas de Matemática, o que equivale a de 2 a 3 aulas a mais em sala, durante o período de implementação do programa [1];
  • aumento de 9% de um desvio-padrão nas notas em provas escolares de Matemática aplicadas durante o período de implementação do programa [1];
  • aumento de 9,5% de um desvio-padrão nas notas em um exame padronizado de Matemática aplicado ao fim do período de implementação do programa [1];
  • aumento de 3,4% (ou 3,2 pontos percentuais) na taxa de alunos que foram promovidos para o próximo ano [1];
  • um programa implementado no mesmo contexto, que enviou aos pais mensagens com informação individualizada e detalhada sobre presença em sala, pontualidade e entrega de tarefas teve efeitos quantitativamente semelhantes aos descritos acima [1].

Quais as fontes bibliográficas dessa informação?

  1. Bettinger, E., Cunha, N., Lichand, G., & Madeira, R. (2022). When Are the Effects of Informational Interventions Driven by Salience: Evidence from School Parents in Brazil. SSRN Working Paper.

Vídeos

Estamos trabalhando para que as páginas contemplem toda a evidência documentada sobre o tema e estejam sempre atualizadas. Se você quiser sugerir algum artigo, entre em contato.