← voltar para plataforma impacto

Programa de Provisão de Informação às Famílias sobre Desempenho Escolar Individual no Malawi

Publicado em 20/10/2022
Compartilhe:

Qual o objetivo?

Aumentar o grau de informação das famílias a respeito do nível de aprendizado das crianças em idade escolar.

Onde e quando foi implementado?

O programa foi implementado no ano letivo malawiano de 2011-2012 em uma amostra representativa de 39 escolas nos distritos de Machinga e Balaka, no Malawi, no contexto de um estudo experimentalOs estudos experimentais utilizam mecanismos aleatórios (isto é, sorteios) para definir quem será e quem não será contemplado por um determinado programa ou política pública, garantindo que as diferenças futuras entre estes grupos possam ser atribuídas com maior credibilidade à intervenção em si - e não a diferenças entre quem é e quem não é "tratado". de impacto envolvendo aproximadamente 3.000 domicílios.

Como é o desenho?

O programa teve como foco alunos do 2º ao 6º anos do ensino fundamental. Por meio de visitas aos domicílios, os implementadores do programa apresentaram detalhadamente um relatório com informações sobre o desempenho destes alunos em todas as provas de Matemática, Língua Inglesa e Chichewa (a língua local) aplicadas pela escola no semestre anterior. O relatório continha, além do nome do aluno:

  1. a nota média em cada matéria, e a nota média global, de 0 a 100;
  2. o nível correspondente à nota média em cada matéria, e à nota média global, de 1 a 4, indicando que um aluno com nível 1 precisava de ajuda, um aluno com nível 2 teve desempenho "na média", um aluno com nível 3 teve desempenho bom, e, por fim, que um aluno com nível 4 teve desempenho ótimo;
  3. posição relativa do aluno em cada matéria, e na nota média global, em relação aos outros alunos da sua sala, de 0 a 100.
  4. o número de provas aplicadas no período.

O que aprendemos com o monitoramento e a avaliação?

Foram documentadas, no artigo listado na seção abaixo, as seguintes evidências a respeito do monitoramento e do impacto causal do programa:

  • 8 a cada 10 pais superestimavam o desempenho real de seus filhos antes da implementação do programa, e isso era mais comum entre os pais de alunos com desempenho mais baixo [1];
  • a percepção dos pais sobre o desempenho real de seus filhos se tornou 40% mais próxima da realidade, sugerindo que eles foram surpreendidos com a informação do relatório apresentado pelos implementadores do programa [1];
  • a atenuação dos erros descrita acima é de 25 a 55% maior entre pais com menos anos completos de estudo do que entre pais com mais anos completos de estudo, sugerindo que os erros de percepção sobre o desempenho real de seus filhos são mais pronunciados entre cuidadores com menor nível educacional [1];
  • aumento na taxa de pais que escolhem livros didáticos adequados ao nível de desempenho de seus filhos, com efeitos mais pronunciados entre os pais de menor nível educacional [1];
  • aumento de 1,6% (ou 1,5 pontos percentuais) na taxa de alunos que estavam matriculados na escola no ano seguinte, entre aqueles que revelaram alto desempenho (acima da mediana) no relatório [1];
  • no entanto, houve também uma redução de 2,3% (ou 2,2 pontos percentuais) na taxa de alunos que estavam matriculados na escola no ano seguinte, entre aqueles que revelaram baixo desempenho (abaixo da mediana) no relatório, sugerindo que alguns pais reagem à informação retirando os filhos da escola [1];
  • não foram encontrados efeitos estatisticamente significantesChamam-se de estatisticamente significantes as estimativas de impacto que são distinguíveis do valor zero, após incorporada à análise as incertezas associadas à generalização para outras amostras de indivíduos. sobre frequência escolar e gastos com materiais educacionais, no mesmo horizonte temporal, para nenhum grupo de alunos [1].

De onde vem essa informação?

  1. Dizon-Ross, R. (2019). Parents' Beliefs About Their Children's Academic Ability: Implications for Educational Investments. American Economic Review, 109(8), 2728-65.

Vídeos


Estamos trabalhando para que as páginas contemplem toda a evidência documentada sobre o tema e estejam sempre atualizadas. Se você quiser sugerir algum artigo, entre em contato.