← voltar para plataforma impacto

Programa de Atención Específica para la Mejora del Logro Educativo em Colima, México

Publicado em 01/03/2024 Atualizado em 03/03/2024
Compartilhe:

Qual o objetivo?

Diminuir a desigualdade em indicadores educacionais escolares.

Onde e quando?

O Programa de Atención Específica para la Mejora del Logro Educativo (PAE) foi criado em setembro de 2010 pelo governo estadual de Colima, no México, e descontinuado em meados de 2011.

Como é o desenho?

O PAE teve por foco escolas contendo turmas nos anos iniciais do Ensino Fundamental com desempenho considerado baixo na avaliação nacional de aprendizado em escolas do México (Evaluación Nacional del Logro Académico, ENLACE). A ideia central do programa foi a de apoiar as escolas na interpretação dos resultados da avaliação e na formulação de planos de ação, apoiando-os com indicadores, metas e  processos.

Concretamente, o programa integrou componentes implementados como etapas de trabalho conjunto das escolas com a Secretaria de Educação de Colima. Cada escola contemplada pelo programa foi conectada a um orientador técnico ligado à secretaria, que visitou a escola 3 vezes por mês, por um período de 5 meses.

As visitas tinham por objetivo auxiliar diretores e professores na análise de informação do ENLACE para identificação das maiores defasagens e no desenho de estratégias de melhoria para abordar os problemas identificados durante o diagnóstico. Foi requerido, também, que o plano de melhoria escolar incluísse metas claras de médio e longo prazo e uma estratégia plausível, envolvendo professores e pais, para alcançá-las.

Depois dessa etapa, diretores e professores implementaram as estratégias específicas da escola, que incluíram, na maior parte dos casos:

  1. ações para fortalecimento da gestão escolar;
  2. atividades de capacitação para diretores de escolas e coordenadores pedagógicos;
  3. oficinas de formação dos professores nas áreas de defasagem da escola.

O que aprendemos com o monitoramento e avaliação?

Foram documentadas, no artigo listado na seção abaixo, as seguintes evidências a respeito do monitoramento e do impacto causal do programa em municípios próximos ao corte usado na definição de baixo desempenho:

  • há evidências qualitativas de que diretores das escolas contempladas passaram a monitorar mais de perto a frequência e pontualidade dos professores, visitaram as salas de aula com mais frequência e realizaram reuniões independentes com os professores para discutir a avaliação diagnóstica [1];
  • aumento de 10 a 11% de um desvio-padrãoO desvio-padrão mede a dispersão de valores de uma variável - valores mais altos indicam maior ocorrência de valores longe da média e valores mais baixos refletem maior concentração de valores próximos à média. Para a distribuição normal, ou para distribuições razoavelmente similares a uma normal, um aumento de 10% de um desvio-padrão equivale a um efeito de 4 percentis a partir do percentil 50 - isto é, a passar da posição 50 para a posição 54, em uma fila de 100. nas notas no exame padronizado de Matemática do ENLACE, nos 2 anos subsequente à implementação do programa [1];
  • aumento de 8 a 12% de um desvio-padrão nas notas no exame padronizado de Língua Espanhola do ENLACE, no mesmo horizonte temporal [1];
  • os efeitos acima foram particularmente pronunciados para alunos com maiores níveis de aprendizado maiores, mas também foram detectadas melhorias no sub-grupo de alunos que tinham nível baixos de aprendizado no início da implementação [1].

Quais as fontes bibliográficas dessa informação?

  1. De Hoyos, R., Garcia-Moreno, V. A., & Patrinos, H. A. (2017). The impact of an accountability intervention with diagnostic feedback: Evidence from MexicoEconomics of Education Review, 58, 123-140.

Estamos trabalhando para que as páginas contemplem toda a evidência documentada sobre o tema e estejam sempre atualizadas. Se você quiser sugerir algum artigo, entre em contato.