← voltar para plataforma impacto

Programa Informacional One Million sobre Retornos da Educação em Oklahoma

Publicado em 12/05/2022 Atualizado em 27/03/2024
Compartilhe:

Qual o objetivo?

Aumentar o engajamento dos alunos com a vida escolar e a taxa de conclusão do Ensino Médio.

Onde e quando?

O programa One Million foi implementado durante o ano letivo de 2010-2011, com a participação de estudantes de escolas públicas em Oklahoma, nos Estados Unidos.

Como é o desenho?

Foram distribuídos a alunos do 6º e 7º anos, gratuitamente e no início da implementação do programa, celulares carregados com crédito pré-pago para ligações ou mensagens (equivalente a 300 minutos). Durante os meses no ano letivo, foram enviadas 183 mensagens de texto SMS aos alunos (1 por dia, enviada sempre às 6 horas da tarde). Aproximadamente 1/4 dessas mensagens apresentaram estatísticas descritivas comparando indivíduos que evadiram do ensino médio e indivíduos que obtiveram o diploma, em termos de renda auferida no mercado de trabalho, taxas de desemprego e taxas de encarceramento. As demais mensagens continham pequenos textos motivacionais e persuasivos sobre a importância de completar os estudos.

O que aprendemos com o monitoramento e avaliação?

Foram documentadas, no artigo listado na seção abaixo, as seguintes evidências a respeito do impacto causal do programa One Million:

  • consistente com o fato de que os alunos seriam surpreendidos com a informação das mensagens sobre os benefícios da educação, a percepção sobre os retornos de completar o ensino médio se tornou mais próxima da realidade [1];
  • houve, por exemplo, um aumento de 38% (ou 17 pontos percentuaisO efeito de um programa em termos percentuais (%) é diferente do efeito do programa em pontos percentuais. Por exemplo, se uma variável binária tem média de 10%, um efeito de 5 pontos percentuais representa aumento de 50%.) na taxa de alunos que responderam corretamente à pergunta sobre o diferencial de taxas de encarceramento entre pessoas com e sem um diploma de ensino médio, ao fim da implementação do programa [1];
  • não foi encontrado efeito estatisticamente significanteChamam-se de estatisticamente significantes as estimativas de impacto que são distinguíveis do valor zero, após incorporada à análise as incertezas associadas à generalização para outras amostras de indivíduos. em um indicador de esforço e engajamento com os estudos, construído com informação autorreportada ao fim do ano de implementação [1];
  • também não foram encontrados efeitos estatisticamente significantes na frequência escolar, no número de suspensões ou nas notas em exames padronizados de Língua Inglesa e Matemática, no mesmo horizonte temporal [1];
  • no entanto, mais de 4 anos após a implementação (ao fim do Ensino Médio) houve um aumento de 18% de um desvio-padrãoO desvio-padrão mede a dispersão de valores de uma variável - valores mais altos indicam maior ocorrência de valores longe da média e valores mais baixos refletem maior concentração de valores próximos à média. Para a distribuição normal, ou para distribuições razoavelmente similares a uma normal, um aumento de 10% de um desvio-padrão equivale a um efeito de 4 percentis a partir do percentil 50 - isto é, a passar da posição 50 para a posição 54, em uma fila de 100. na parte de Língua Inglesa da prova de vestibular ACT Test [1].

Quais as fontes bibliográficas dessa informação?

  1. Fryer Jr, R. G. (2016). Information, Non-financial Incentives, and Student Achievement: Evidence from a Text Messaging Experiment. Journal of Public Economics, 144, 109-121.

Estamos trabalhando para que as páginas contemplem toda a evidência documentada sobre o tema e estejam sempre atualizadas. Se você quiser sugerir algum artigo, entre em contato.