← voltar para plataforma impacto

Programa Escolar National Study of Learning Mindsets de Mindset de Crescimento nos Estados Unidos

Publicado em 15/10/2022
Compartilhe:

Qual o objetivo?

Aumentar o sucesso dos alunos na transição para o ensino médio, estimulando-os a ter uma visão otimista sobre o papel do esforço para o desenvolvimento de novas habilidades.

Onde e quando foi implementado?

O programa escolar foi implementado nos anos letivos de 2015 e 2016 em uma amostra representativa de escolas públicas dos Estados Unidos, no contexto de um estudo experimentalOs estudos experimentais utilizam mecanismos aleatórios (isto é, sorteios) para definir quem será e quem não será contemplado por um determinado programa ou política pública, garantindo que as diferenças futuras entre estes grupos possam ser atribuídas com maior credibilidade à intervenção em si - e não a diferenças entre quem é e quem não é "tratado". chamado National Study of Learning Mindsets, envolvendo aproximadamente 6.000 alunos.

Como é o desenho?

O programa teve por foco alunos do 9º ano do Ensino Fundamental II com baixo rendimento escolar (mais especificamente, aqueles que tinham nota média em todas as matérias abaixo da mediana da escola, no período anterior à implementação). Em linhas gerais, o programa abordou as crenças dos alunos sobre a natureza da inteligência, estimulando-os a verem as habilidades intelectuais como capazes de crescer em resposta ao esforço.

Na prática, os alunos participaram de 2 atividades de 25 minutos no computador em sala de aula, com um intervalo médio de 21 a 27 dias entre as duas atividades. As atividades iniciaram com a leitura de um texto sobre o funcionamento do sistema neurológico, que exploravam a metáfora de que o cérebro é como um músculo que fica mais forte quando aprende coisas novas.

As atividades transmitiram, então, aos alunos, a ideia de que as habilidades intelectuais podem ser desenvolvidas, usando metáforas no contexto da neurociência da aprendizagem e ensinando maneiras de fortalecer o cérebro por meio do trabalho escolar. Além disso, como forma de internalizar essa mensagem, os alunos foram estimulados ensinar o que aprenderam a outros alunos mais novos.

O que aprendemos com o monitoramento e a avaliação?

Foram documentadas, no artigo listado na seção abaixo, as seguintes evidências a respeito do impacto causal do programa:

  • redução, ao final do período de duração do programa, de 33% de um desvio-padrãoO desvio-padrão mede a dispersão de valores de uma variável - valores mais altos indicam maior ocorrência de valores longe da média e valores mais baixos refletem maior concentração de valores próximos à média. Para a distribuição normal, ou para distribuições razoavelmente similares a uma normal, um aumento de 10% de um desvio-padrão equivale a um efeito de 4 percentis a partir do percentil 50 - isto é, a passar da posição 50 para a posição 54, em uma fila de 100. em um indicador de crenças de que as habilidades intelectuais não eram capazes de crescer como resposta ao esforço [1];
  • aumento de 11% de um desvio-padrão na nota média dos alunos ao final do ano, observado, em particular, nas notas em Matemática e Ciências, que costumam ser vistos como áreas do conhecimento onde capacidades são inatas [1];
  • redução de 11% na taxa de alunos que tiveram desempenho insatisfatório ao final do ano [1];
  • os efeitos descritos acima foram encontrados apenas nas escolas de nível baixo ou médio, mas não nas escolas de nível alto em termos de desempenho escolar médio [1];
  • aumento de 9% na taxa de alunos que se inscreveram em cursos de Matemática Avançada (Álgebra II ou superior) no 1º ano do ensino médio, e este aumento foi maior nas escolas de nível alto em termos de desempenho escolar médio (de 25%) [1].

De onde vem essa informação?

  1. Yeager, D.S., Hanselman, P., Walton, G.M. et al (2019). A National Experiment Reveals Where a Growth Mindset Improves Achievement. Nature (573), 364–369.

Vídeos


Estamos trabalhando para que as páginas contemplem toda a evidência documentada sobre o tema e estejam sempre atualizadas. Se você quiser sugerir algum artigo, entre em contato.