Programa Reach Up and Learn de Visitas Domiciliares para Estimulação e Desenvolvimento na Primeira Infância na Jamaica

← voltar para plataforma impacto

Programa Reach Up and Learn de Visitas Domiciliares para Estimulação e Desenvolvimento na Primeira Infância na Jamaica

Publicado em 19/10/2022 Atualizado em 02/03/2024
Compartilhe:

Qual o objetivo?

Melhorar a qualidade da estimulação e nutrição na primeira infância e mitigar os efeitos da pobreza sobre o desenvolvimento infantil.

Onde e quando foi implementado?

O programa foi implementado em 1986 e 1987 em Kingston, Jamaica, em pequena escala e para fins de pilotagem e de avaliação longitudinal das coortes participantes.

Como é o desenho?

O programa teve por foco crianças com crescimento retardado (altura para a idade abaixo de 2 desvios-padrão do valor de referência) de 9 a 24 meses, listadas por meio de uma pesquisa domiciliar em regiões socialmente vulneráveis. Não foram considerados como potenciais participantes gêmeos, crianças que pesavam menos do que 1,8 quilogramas e crianças com algum tipo de deficiência física ou mental.

O programa teve dois componentes principais. Em primeiro lugar, ele implementou um currículo estruturado de estimulação voltado ao desenvolvimento na primeira infância. Este currículo foi implementado por meio de visitas domiciliares semanais de 1 hora por um período de 2 anos, em que profissionais locais de saúde sem formação específica em desenvolvimento infantil: (i) brincavam com as crianças; (ii) encorajavam as mães e cuidadoras a interagir e brincar com seus filhos com brinquedos feitos de materiais recicláveis de fácil acesso ou livros com figuras; (iii) enfatizavam práticas capazes de melhorar a relação entre mãe e criança; (iv) instruíam-nas em como integrar atividades de estimulação infantil em suas rotinas diárias. A implementação foi precedida por um período em que agentes comunitários de saúde foram treinados por 4 semanas para se tornarem visitadores do programa. O segundo componente foi de suplementação alimentar, na forma de 1 kg de fórmula de leite por semana.

O que aprendemos com o monitoramento e a avaliação?

Foram documentadas, no artigo listado na seção abaixo, as seguintes evidências a respeito do monitoramento e do impacto causal do programa:

  • aumento de aproximadamente 25% nos salários auferidos mais de 20 anos depois do fim da intervenção – um efeito que foi suficiente para equiparar os salários das crianças contempladas com os salários das crianças que, ao momento do início da implementação, não foram classificadas como tendo crescimento retardado [1].

De onde vem essa informação?

  1. Gertler, P., Heckman, J., Pinto, R., Zanolini, A., Vermeersch, C., Walker, S., Chang, S. & Grantham-McGregor, S. (2014). Labor Market Returns to an Early Childhood Stimulation Intervention in Jamaica. Science, 344(6187), 998-1001.

Estamos trabalhando para que as páginas contemplem toda a evidência documentada sobre o tema e estejam sempre atualizadas. Se você quiser sugerir algum artigo, entre em contato.