← voltar para plataforma impacto

Programa One Summer Chicago Plus de Experiência Profissional e Terapia Cognitivo-Comporamental Durante as Férias

Publicado em 01/07/2022
Compartilhe:

Qual o objetivo?

Apresentar e preparar os jovens para carreiras futuras, promover habilidades importantes para o sucesso no mercado de trabalho e fornecer renda suplementar para as suas famílias.

Onde e quando foi implementado?

O programa One Summer Chicago Plus (OSC+) foi criado pelo Department of Family and Support Services (DFSS), nos Estados Unidos, e ainda está em operação. Os resultados abaixo se referem a um grupo de jovens inscritos no programa no ano de 2012.

Como é o desenho?

O OSC+ teve por foco jovens de 14 a 21 anos que estudavam em 13 escolas em regiões de alta violência e possuiu três componentes principais.

O primeiro componente foi uma oferta de emprego durante as férias de verão, em Julho e Agosto, por 15 a 25 horas semanais (3 a 5 horas por dia) e de 8 semanas, que pagava o salário mínimo estadual de 8,25 dólares americanos por hora (em valores de 2012).

O segundo componente foi a designação de cada um dos jovens participantes a um mentor profissional, responsável por aproximadamente 10 participantes. A função central do mentor era auxiliar no processo de inserção profissional e ensinar o caminho para obterem sucesso em seus empregos. Os mentores participaram de um treinamento de um dia e receberam um salário pelos serviços prestados.

Por fim, o terceiro componente do programa foi a apresentação de princípios básicos de terapia cognitivo-comportamental, com o objetivo de estimular os jovens participantes a entenderem e aprenderem a lidar com seus sentimentos e emoções. Para estimular a participação dos jovens nessas atividades, eles também foram pagos o salário mínimo estadual por 10 horas semanais, durante as 8 semanas de duração do programa.

O DFSS administrou o programa por meio de contratos com agências locais sem fins lucrativos. Essas agências recrutavam os candidatos, contratavam os mentores, recrutavam empregadores e alocavam os jovens nos empregos de férias. Além disso, a instituição fornecia assistência financeira para almoço diário e transporte.

O que aprendemos com o monitoramento e a avaliação?

Foram documentadas, no artigo listado na seção abaixo, as seguintes evidências a respeito do monitoramento e do impacto causal do OSC+:

  • 7 a 8 alunos, a cada 10, participaram das atividades do programa depois de serem convidados para tal [1];
  • redução de 43% no número de prisões por crimes violentos, no período de 16 meses após o início da implementação do programa [1].

De onde vem essa informação?

  1. Heller, S. B. (2014). Summer Jobs Reduce Violence Among Disadvantaged Youth. Science, 346(6214), 1219-1223.

Vídeos


Estamos trabalhando para que as páginas contemplem toda a evidência documentada sobre o tema e estejam sempre atualizadas. Se você quiser sugerir algum artigo, entre em contato.