← voltar para plataforma impacto

Programa de Incentivos para Escolas e Professores em Israel

Publicado em 30/03/2024 Atualizado em 10/05/2024
Compartilhe:

Qual o objetivo?

Reduzir as taxas de evasão escolar e apoiar melhorias de aprendizado.

Onde e quando?

A iniciativa foi implementada por 62 escolas de Israel, em 1995. Os resultados abaixo se referem a um estudo observacional que usa dados dessas escolas e de um grupo pareado de controle, nos dois primeiros anos de implementação.

Como é o desenho?

O programa teve como foco escolas religiosas e não-religiosas, que ofereciam do 7° ano ao 3° ano do Ensino Médio. Ele baseou-se em um indicador computado anualmente, que agregava informação sobre:

  1. o número médio de créditos escolares por alunos matriculados no Ensino Médio da escola;
  2. a proporção de alunos que recebiam certificado de conclusão do Ensino Médio;
  3. a taxa de evasão escolar.

Os resultados médios das escolas com respeito a essas medidas foram normalizados a partir de regressões, estimadas separadamente para cada ano e medida, que controlavam pelo background socioeconômico do corpo discente. As escolas foram, então, classificadas de acordo com sua melhoria nas medidas ajustadas, com relação ao ano anterior.

O valor total premiado foi determinado antecipadamente (cerca de 1,4 milhão de dólares), e distribuído para as escolas do tercil superior de desempenho no indicador agregado, conforme sua posição na classificação. Em 1996, o bônus mais alto recebido por um professor das escolas participantes foi de cerca de 1.000 dólares (ou aproximadamente 3% de seu salário anual total) e o mais baixo foi de 250 dólares.

O que aprendemos com o monitoramento e avaliação?

Foram documentadas, no artigo listado na seção abaixo, as seguintes evidências a respeito do monitoramento e do impacto causal do programa:

  • considerando os alunos de escolas não-religiosas, houve redução de 6% e 12% (ou de 0,34 e 0,72 ponto percentualO efeito de um programa em termos percentuais (%) é diferente do efeito do programa em pontos percentuais. Por exemplo, se uma variável binária tem média de 10%, um efeito de 5 pontos percentuais representa aumento de 50%.) na taxa de evasão escolar de alunos do 9° ano, no primeiro e segundo ano de implementação do programa [1];
  • não há evidências de que o programa tenha tido efeito sobre a a taxa de alunos que se inscreveram no Bagrut – um dos dois diplomas de Ensino Médio em Israel, que é pré-requisito para a admissão nas universidades do país -, nem sobre a taxa de alunos que tiraram o diploma, ainda para alunos de escolas não-religiosas [1];
  • nas escolas religiosas, por sua vez, houve redução de 15% e 23% (ou de 0,55 e 0,73 ponto percentual) na taxa de evasão escolar de alunos do 9° ano, ainda nos dois primeiros anos de implementação do programa [1];
  • ainda nas escolas religiosas, houve aumento de 7,7% e 10% (ou de 6,3 e 8,4 pontos percentuais) na taxa de alunos que se inscreveram no Bagrut e aumento de 9% e 11% (ou de 4,9 e 4,0 pontos percentuais) na taxa de alunos que obtiveram o certificado, embora estes últimos resultados sejam baseados em estimativas imprecisamente estimadasDiz-se que um resultado estatístico é imprecisamente estimado quando ele também é consistente com valores muito próximos ou muito distantes de um valor de referência (por exemplo, 0), após incorporada à análise as incertezas associadas à generalização para outras amostras de indivíduos de uma população. [1];
  • aumento de 16% de um desvio-padrãoO desvio-padrão mede a dispersão de valores de uma variável - valores mais altos indicam maior ocorrência de valores longe da média e valores mais baixos refletem maior concentração de valores próximos à média. Para a distribuição normal, ou para distribuições razoavelmente similares a uma normal, um aumento de 10% de um desvio-padrão equivale a um efeito de 4 percentis a partir do percentil 50 - isto é, a passar da posição 50 para a posição 54, em uma fila de 100. nas notas obtidas nos exames padronizados ligados ao Bagrut no primeiro e no segundo ano de implementação [1];
  • os efeitos descritos acima foram particularmente pronunciados para alunos com mães que tinham atingido níveis menores de escolarização [1].

Quais as fontes bibliográficas dessa informação?

  1. Lavy, V. (2002). Evaluating the Effect of Teachers’ Group Performance Incentives on Pupil Achievement. Journal of Political Economy, 110(6), 1286-1317.

Estamos trabalhando para que as páginas contemplem toda a evidência documentada sobre o tema e estejam sempre atualizadas. Se você quiser sugerir algum artigo, entre em contato.