← voltar para em pauta

Pobreza extrema aumenta 23% na Bahia, diz Instituto Mobilidade e Desenvolvimento Social

Publicado por Jornal Correio em 26/09/2022
Compartilhe:

A Bahia encerrou 2021 com uma renda domiciliar per capita de R$ 850, o que coloca o estado na 21ª colocação nacional. Apenas Amapá, Pernambuco, Pará, Amazonas, Alagoas e Maranhão registraram resultados piores. De acordo com o Instituto Mobilidade e Desenvolvimento Social (Imds), 20,5% da renda média da população baiana é proveniente de programas sociais, 56,3% vem das remunerações pelo trabalho, enquanto 18,1% vem de renda das aposentadorias. 

Clique para acessar