Vouchers Subsidiados para Redes de Proteção contra o Inseto da Malária no Quênia

Data de publicação: 08/05/2022

Data da última atualização: 18/04/2023

Qual o objetivo?

Estimular a compra de produtos que tem o potencial de reduzir a incidência de malária.

Onde e quando foi implementado?

A distribuição dos vouchers subsidiados ocorreu nos anos de 2007 e 2008 em Busia, no Quênia, no contexto de um estudo experimental de impacto envolvendo aproximadamente 1.000 famílias.

Como é o desenho?

Os implementadores do programa distribuíram vouchers com diferentes níveis de subsídios para compra de redes de proteção da marca Olyset de longa duração para camas, usadas como proteção contra o inseto da malária, que eram mais confortáveis e duráveis do que as disponíveis no mercado à época da implementação.

O que aprendemos com o monitoramento e avaliação?

Foram documentadas, no artigo listado na seção abaixo, as seguintes evidências a respeito do impacto causal da distribuição de vouchers sobre os domicílios contemplados:

  • as diferentes taxas de subsídios têm um efeito pronunciado sobre a obtenção das redes de proteção Olyset: apenas 7% dos domicílios obtêm uma rede quando tem 0% do valor subsidiado, comparado com 60% quando o valor subsidiado é de 80% [1];
  • aumento de 113% (ou 39 pontos percentuais) na taxa de domicílios que compraram a rede de proteção Olyset, para aqueles que receberam subsídios altos (maiores do que 80%) [1];
  • aumento de 121% (ou 28 pontos percentuais) na taxa de domicílios que compraram e usaram a rede de proteção Olyset, também para aqueles que receberam subsídios altos [1];
  • os efeitos descritos acima foram ainda maiores para os domicílios que viviam em áreas em que uma parcela maior de seus vizinhos receberam subsídios altos, sugerindo ter havido troca de informação sobre a qualidade do produto [1];
  • aumento de 201% (ou 12 pontos percentuais) na taxa de domicílios que compraram a rede de proteção Olyset 1 ano depois, oferecida, dessa vez, sem subsídios e a um preço três vezes mais alto, ainda para aqueles que receberam subsídios altos na primeira oportunidade [1];
  • embora haja evidência de redução na taxa de indivíduos que tiveram malária período de implementação, os resultados são imprecisamente estimados [1];
  • os resultados acima são consistentes com um modelo de comportamento em que as famílias obtêm mais informação sobre o produto depois da introdução dos subsídios, e isso aumenta sua disposição a pagar mais por esse produto em uma segunda oportunidade de comprá-lo, ao invés de diminuir sua disposição como consequência do aumento de preço acima do nível anterior [1].
De onde vem essa informação?
Vídeos


Estamos trabalhando para que as páginas contemplem toda a evidência documentada sobre o tema e estejam sempre atualizadas. Se você quiser sugerir algum artigo, entre em contato.

Políticas e Programas Relacionados

Programa de Monitoramento e Informação sobre Saúde e Nutrição Neonatal na Suécia

Promover práticas de saúde preventiva para mulheres grávidas e recém-nascidos.


Expansão da Estratégia Saúde da Família no Brasil

Servir como porta de entrada do sistema público de saúde brasileiro, diminuindo a pressão nos hospitais públicos em centros urbanos e deixando para eles o tratamento dos casos mais...


Topo