← voltar para plataforma impacto

Informação sobre Valor Adicionado de Professores em Escolas Públicas de Nova Iorque

Publicado em 12/03/2024 Atualizado em 12/03/2024
Compartilhe:

Qual o objetivo?

Aumentar o poder decisório e a responsabilidade de diretores em promover melhorias no aprendizado.

Onde e quando?

O sistema de informação foi implementado em 2007 como um projeto-piloto, no contexto de um estudo experimentalOs estudos experimentais utilizam mecanismos aleatórios (isto é, sorteios) para definir quem será e quem não será contemplado por um determinado programa ou política pública, garantindo que as diferenças futuras entre estes grupos possam ser atribuídas com maior credibilidade à intervenção em si - e não a diferenças entre quem é e quem não é "tratado". envolvendo 223 escolas, 305 diretores e aproximadamente 2.500 professores.

Como é o desenho?

A iniciativa teve por foco escolas públicas que continham salas do 4º ao 8º ano e consistiu na provisão de estimativas de valor adicionado dos professores das escolas aos diretores, com base em exames padronizados. Os relatórios continham estimativas de valor adicionado em Matemática e Língua Inglesa, usando dados de 1 e de até 3 anos antes, com intervalos de confiança para cada estimativa. Além disso, o relatório permitiu comparar o desempenho de um professor específico com todos os outros professores da rede e com professores semelhantes, em termos de anos ensinados, experiência e composição sociodemográfica dos alunos sob sua responsabilidade.

O que aprendemos com o monitoramento e avaliação?

Foram documentadas, no artigo listado na seção abaixo, as seguintes evidências a respeito do monitoramento e do impacto causal do programa:

  • aproximadamente 3 a cada diretores convidados manifestaram interesse em receber a informação, mas 9 a cada 10 diretores que manifestaram interesse participaram de oficinas oferecidas pelo poder público para explicar o formato e conteúdo dos relatórios [1];
  • há evidências fortes de que os diretores usam a informação para atualizar suas percepções subjetivas anteriores sobre a qualidade dos professores da escola, e tão mais quanto mais precisa era a informação contida nas estimativas (isto é, quanto menor o intervalo de confiança associado à estimativa de valor adicionado) [1];
  • há também evidências de que os diretores passaram a monitorar mais de perto os professores tinham valor adicionado baixo com relação aos pares, e de que eles passam a usar essa informação para decisões de manutenção de professores no quadro de docentes: por exemplo, 1 unidade adicional de desvio-padrãoO desvio-padrão mede a dispersão de valores de uma variável - valores mais altos indicam maior ocorrência de valores longe da média e valores mais baixos refletem maior concentração de valores próximos à média. Para a distribuição normal, ou para distribuições razoavelmente similares a uma normal, um aumento de 10% de um desvio-padrão equivale a um efeito de 4 percentis a partir do percentil 50 - isto é, a passar da posição 50 para a posição 54, em uma fila de 100. em valor adicionado esteve associada a uma taxa de saída dos professores de 3,1 pontos percentuais menor de Matemática, embora não tenham sido encontrados efeitos semelhantes para os professores de Língua Inglesa [1];
  • aumento de 2,8% a 5,3% de um desvio-padrão nas notas em um exame padronizado de Matemática, 1 ano após o início do envio dos relatórios [1].

Quais as fontes bibliográficas dessa informação?

  1. Rockoff, J. E., Staiger, D. O., Kane, T. J., & Taylor, E. S. (2012). Information and Employee Evaluation: Evidence from a Randomized Intervention in Public Schools. American Economic Review102(7), 3184-3213.

Estamos trabalhando para que as páginas contemplem toda a evidência documentada sobre o tema e estejam sempre atualizadas. Se você quiser sugerir algum artigo, entre em contato.