← voltar para plataforma impacto

Programa Nacional de Formação para Professores de Matemática em Áreas Rurais da China

Publicado em 11/03/2024 Atualizado em 11/03/2024
Compartilhe:

Qual o objetivo?

Reduzir a disparidade educacional entre áreas urbanas e rurais.

Onde e quando?

O programa foi implementado em 2010 pelo governo da China. Os resultados abaixo se referem a um estudo experimentalOs estudos experimentais utilizam mecanismos aleatórios (isto é, sorteios) para definir quem será e quem não será contemplado por um determinado programa ou política pública, garantindo que as diferenças futuras entre estes grupos possam ser atribuídas com maior credibilidade à intervenção em si - e não a diferenças entre quem é e quem não é "tratado"., implementado em uma província rural (não-declarada) de 2015 a 2017, envolvendo 94 escolas, aproximadamente 600 professores, e 35.000 alunos.

Como é o desenho?

Com foco em professores e crianças do 7º ao 9º ano em escolas rurais, o programa consistiu de oficinas presenciais nos órgãos públicos educacionais locais, por 15 dias durante o ano letivo, seguido de avaliação e de um componente suplementar à distância, em formato online.

O componente presencial ocorreu em sessões de 3 horas de manhã e 3 horas à tarde, com formação em conhecimentos do professor em Matemática, práticas pedagógicas, ética, crescimento pessoal e estratégias de gestão da sala de aula. O conteúdo foi transmitido por especialistas de departamentos de educação de universidades próximas às escolas e funcionários de órgãos locais de educação ligados ao poder público, que tiveram relativa flexibilidade para decidir o formato e o estilo das oficinas. Durante o período em que os professores participaram das oficinas, eles foram substituídos por outros professores da escola na condução de suas atividades de ensino.

Após concluírem a formação, os participantes foram informados de que, como condição para entrega dos certificados, teriam que participar de uma avaliação presencial nos meses subsequentes, com plano de aula de 20 minutos de um tópico de matemática de sua escolha e entrevista com presença de dois avaliadores treinados. O desempenho dos participantes na aula foi avaliado nos quesitos de conteúdo, pedagogia e estilo de apresentação, com critérios condizentes com o conteúdo ofertado nas oficinas de formação, e fornecido como feedback para os professores participantes.

O componente à distância da formação ocorreu por meio de uma plataforma online, contendo materiais adicionais adicionais ligadas às oficinas de formação, e que permitia que os usuários interagissem, por exemplo, compartilhando materiais de ensino e discutindo a aplicação do conteúdo do programa em sala.

O que aprendemos com o monitoramento e avaliação?

Foram documentadas, no artigo listado na seção abaixo, as seguintes evidências a respeito do monitoramento e do impacto causal do programa sobre os alunos matriculados nas escolas participantes:

  • até 2015, apenas 1,6% dos professores da província onde foi realizado o estudo tinham sido contempladas pelo programa [1];
  • quase 9 a cada 10 professores que davam aulas nas escolas participantes completou a jornada de formação [1];
  • 50% do tempo das oficinas dedicou-se ao planejamento e a implementação de práticas pedagógicas e 24% do tempo a conhecimentos específicos em Matemática, mas 9 a cada professores revelaram que gostariam que o curso tivesse mais conteúdo prático [2];
  • aumento de 27% de um desvio-padrãoO desvio-padrão mede a dispersão de valores de uma variável - valores mais altos indicam maior ocorrência de valores longe da média e valores mais baixos refletem maior concentração de valores próximos à média. Para a distribuição normal, ou para distribuições razoavelmente similares a uma normal, um aumento de 10% de um desvio-padrão equivale a um efeito de 4 percentis a partir do percentil 50 - isto é, a passar da posição 50 para a posição 54, em uma fila de 100. em um indicador de conhecimentos dos professores em Matemática, ao fim do período da formação [1];
  • não foram encontrados também efeitos estatisticamente significantes em indicadores de concepções sobre o processo de ensino da Matemática ou em práticas didático-pedagógicas, no horizonte de 1 ano após o fim da formação [1];
  • ainda no horizonte temporal de 1 ano, houve aumento de 9% de um desvio-padrão, na nota em exames padronizados aplicados aos alunos de professores participantes que não tinham diploma universitário, embora este efeito seja imprecisamente estimadoDiz-se que um resultado estatístico é imprecisamente estimado quando ele também é consistente com valores muito próximos ou muito distantes de um valor de referência (por exemplo, 0), após incorporada à análise as incertezas associadas à generalização para outras amostras de indivíduos de uma população. [1];
  • não há evidências fortes de que o programa tenha afetado o desempenho médio dos alunos de professores que tinham diploma universitário [1];
  • também não foram encontrados efeitos estatisticamente significantesChamam-se de estatisticamente significantes as estimativas de impacto que são distinguíveis do valor zero, após incorporada à análise as incertezas associadas à generalização para outras amostras de indivíduos. em indicadores de engajamento dos alunos com a disciplina de Matemática, como motivação ou ansiedade com relação ao tema, ou na taxa de alunos que tinham abandonado a escola, no mesmo horizonte temporal.

Quais as fontes bibliográficas dessa informação?

  1. Loyalka, P., Popova, A., Li, G., & Shi, Z. (2019). Does Teacher Training Actually Work? Evidence from a Large-scale Randomized Evaluation of a National Teacher Training Program. American Economic Journal: Applied Economics11(3), 128-154.

Estamos trabalhando para que as páginas contemplem toda a evidência documentada sobre o tema e estejam sempre atualizadas. Se você quiser sugerir algum artigo, entre em contato.