← voltar para plataforma impacto

Integração de Software de Aritmética às Aulas de Matemática em Escolas do Nordeste do Brasil

Publicado em 09/04/2024 Atualizado em 09/04/2024
Compartilhe:

Qual o objetivo?

Apoiar o aprendizado de forma lúdica e individualizada.

Onde e quando?

A iniciativa foi implementada no ano de 2016, em 13 municípios no Nordeste do Brasil, no contexto de um estudo experimentalOs estudos experimentais utilizam mecanismos aleatórios (isto é, sorteios) para definir quem será e quem não será contemplado por um determinado programa ou política pública, garantindo que as diferenças futuras entre estes grupos possam ser atribuídas com maior credibilidade à intervenção em si — e não a diferenças entre quem é e quem não é "tratado". envolvendo 22 escolas públicas e aproximadamente 850 alunos.

Como é o desenho?

O software foi incorporado à rotina escolar de alunos do 1° ao 3° ano por 2 meses, e utilizado em sessões diárias de 20 minutos, durante as aulas regulares de Matemática. Com interface amigável em uma fazenda, foram apresentados exercícios práticos envolvendo as operações aritméticas básicas – soma, subtração, divisão e multiplicação – aos alunos, por 10 minutos, e, depois desse período, o software dava acesso a mais 10 minutos em um ambiente lúdico com jogos variados, também envolvendo conceitos de Matemática. Cada escola participante recebeu aproximadamente 35 tablets, de modo a garantir uma boa implementação.

O que aprendemos com o monitoramento e avaliação?

Foram documentadas, no artigo listado na seção abaixo, as seguintes evidências a respeito do impacto causal da distribuição dos tablets e adoção do software:

  • aumento de 56% de um desvio-padrãoO desvio-padrão mede a dispersão de valores de uma variável - valores mais altos indicam maior ocorrência de valores longe da média e valores mais baixos refletem maior concentração de valores próximos à média. Para a distribuição normal, ou para distribuições razoavelmente similares a uma normal, um aumento de 10% de um desvio-padrão equivale a um efeito de 4 percentis a partir do percentil 50 - isto é, a passar da posição 50 para a posição 54, em uma fila de 100. nas notas em um exame padronizado de aritmética, aproximadamente 3 meses depois do encerramento do período de implementação [1];
  • aumento de 17% de um desvio-padrão nas notas em um exame semelhante, aplicado aproximadamente 1 ano depois do fim da implementação [1].

Quais as fontes bibliográficas dessa informação?

  1. Hirata, G. (2022). Play to Learn: The Impact of Technology on Students’ Math PerformanceJournal of Human Capital16(3), 437-459.

Estamos trabalhando para que as páginas contemplem toda a evidência documentada sobre o tema e estejam sempre atualizadas. Se você quiser sugerir algum artigo, entre em contato.