Programa Escolar Letrus de Treino e Correção Automatizada da Redação do ENEM e Desenvolvimento da Escrita no Espírito Santo

Data de publicação: 29/03/2022

Data da última atualização: 20/12/2022

Qual o objetivo?

Aprimorar as habilidades de escrita de alunos ao final do ensino médio, tornando-os mais competitivos para os exames de ingresso na faculdade.

Onde e quando foi implementado?

O programa foi implementado em escolas da rede pública do Espírito Santo durante o ano de 2019, no contexto de um estudo experimental de avaliação de impacto.

Como é o desenho?

Com duração de um ano letivo e destinado a alunos do 3° ano do ensino médio, o programa se baseou em uma tecnologia educacional com dois componentes principais.

O primeiro componente era uma plataforma online de treino para a prova de redação no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Durante o ano letivo, foram propostos cinco temas de redação. A plataforma utilizou um software de correção composto por inteligência artificial - baseado em processamento de linguagem natural e aprendizado de máquina - para dar devolutivas rápidas sobre o desempenho dos alunos em textos de treino, considerando cada uma das cinco competências avaliadas pelos corretores oficiais do Exame.

O segundo componente do programa era um painel online para professores, que consolidava a informação individual e agregada dos alunos nas atividades de treino. No painel, o professor pôde acompanhar o progresso de seus alunos nas competências, e programar aulas usando essa informação. Além disso, como ele tinha acesso ao texto do aluno, ele pôde usar a correção da inteligência artificial como uma primeira aproximação - focada principalmente em aspectos sintáticos - e dar devolutivas mais individualizadas - focadas em aspectos como criatividade e qualidade global da redação.

O que aprendemos com o monitoramento e avaliação?

Foram documentadas, no artigo para discussão listado na seção abaixo, as seguintes evidências a respeito do impacto causal do programa nos alunos matriculados nas escolas participantes:

De onde vem essa informação?
  1. Ferman, B., Lima, L., & Riva, F. (2021). Artificial Intelligence, Teacher Tasks and Individualized Pedagogy. SocArXiv Working Paper.


Estamos trabalhando para que as páginas contemplem toda a evidência documentada sobre o tema e estejam sempre atualizadas. Se você quiser sugerir algum artigo, entre em contato.

Políticas e Programas Relacionados

Tecnologia Educacional Imagine Math para Ensino Fundamental I na Índia

Aumentar o aprendizado de matemática entre crianças no início do processo de escolarização.


Programa Escolar Letrus de Treino e Correção da Redação do ENEM e Desenvolvimento da Escrita no Espírito Santo

Aprimorar as habilidades de escrita de alunos ao final do ensino médio, tornando-os mais competitivos para os exames de ingresso na faculdade.


Centros Educacionais Mindspark para Aprendizado no Contra-Turno em Déli

Usar a tecnologia para individualizar o processo de aprendizagem de modo eficaz e escalável nas escolas, criando condições para práticas pedagógicas de maior efetividade.


Tecnologia Educacional Cogmed para Estímulo à Memória de Trabalho na Alemanha

Estimular a capacidade de crianças no início do processo de escolarização de armazenar e processar informações mentalmente.


Topo