← voltar para plataforma impacto

Programa de Treinamento de Professores sobre HIV no Quênia

Publicado em 23/12/2022
Compartilhe:

Qual o objetivo?

Diminuir a incidência de HIV entre adolescentes.

Onde e quando foi implementado?

O programa foi implementado em 2003 em escolas primárias em dois distritos rurais do oeste do Quênia, Bungoma e Butere/Mumias.

Como é o desenho?

O programa consistiu em um treinamento a professores de escolas primárias sobre o currículo nacional de prevenção do HIV/AIDS, que se concentrava em informações sobre a prevenção de riscos via a abstinência sexual antes do casamento. Este currículo não discutia, portanto, estratégias de redução de risco, como uso de preservativo ou seleção de parceiros mais seguros.

Cada escola teve três professores treinados (normalmente, os de matemática, inglês e educação física) durante várias sessões por uma semana. O treinamento dado aos professores foi realizado em conjunto por um facilitador da Unidade de Controle da AIDS do Ministério da Educação, dois facilitadores do Instituto de Educação do Quênia e um funcionário treinado da organização não governamental International Child Support (ICS). No treinamento, os professores discutiram o material do currículo oficial de HIV/AIDS e aprenderam a discutir questões de HIV/AIDS em sala de aula. Além disso, foram treinados sobre como criar um clube de saúde em sua escola, para incentivar a prevenção do HIV por meio de atividades de aprendizado ativo, como dramatizações. Por fim, eles receberam informações sobre as últimas estimativas de prevalência de HIV/AIDS na região da escola.

O que aprendemos com o monitoramento e a avaliação?

Foram documentadas, no artigo para discussão e no artigo publicado listados na seção abaixo, as seguintes evidências a respeito do monitoramento e do impacto causal do programa entre jovens de escolas cujos professores receberam o programa de formação:

De onde vem essa informação?

  1. Duflo, E., Dupas, P., & Kremer, M. (2006). Education and HIV/AIDS Prevention: Evidence from a randomized evaluation in Western Kenya. World Bank Policy Research Working Paper.
  2. Dupas, P. (2011). Do Teenagers Respond to HIV Risk Information? Evidence from a Field Experiment in Kenya. American Economic Journal: Applied Economics, 3(1), 1-34.

Estamos trabalhando para que as páginas contemplem toda a evidência documentada sobre o tema e estejam sempre atualizadas. Se você quiser sugerir algum artigo, entre em contato.